.mais sobre nós

.pesquisar

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
30
31

.posts recentes

. Chegou a Primavera

. ...

. Sites de interesse

. "Gosto de ti"

. ...

. ...

. Era uma vez...

. Tenho uma casinha

. Remodelações

. Os bons dias

.arquivos

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

.Visitas

Web Site Counter
Free Counter
blogs SAPO
RSS
Segunda-feira, 2 de Junho de 2008

A sopa

"Porque tenho de comer a sopa?" "Eu não quero a sopa!!"

O acto de comer a sopa é um dos mais temidos pelas crianças, não gostam e pronto. Mas nós como educadores e pais devemos-lhes incutir o gosto pela sopa, porque faz bem...

 


  • Apesar de não ter, na generalidade, muita popularidade junto das crianças, a sopa é um hábito a recuperar.

  • Para combater o colesterol - que não é, felizmente, um problema infantil comum - e a obesidade - que está cada vez mais a registar casos em crianças, a sopa deve ser recuperada na alimentação diária.

  • O êxodo para as cidades e a perda de alguns (bons) hábitos rurais, conotados erradamente com escassez e pobreza, têm levado à perda dos correspondentes hábitos alimentares e ao aparecimento de "doenças da abundância", como a obesidade e o colesterol alto.

  • A obesidade não vem de comer sopa, pois esta contém seguramente menos calorias do que muitos outros alimentos. Para além disso, contém grande quantidade de água e sacia a fome.

  • A sopa é um alimento que é também uma garantia de qualidade alimentar: é fervida (destrói microorganismos nocivos à saúde), é fácil de conservar durante alguns dias (no frio ou congelada dura bem mais tempo), a temperatura a que é confeccionada não gera substâncias que deterioram os alimentos, substâncias carcinogénicas ou tóxicas, estes entre outros benefícios.

  • Para os mais pequenos, com paladares variados, consoante os ingredientes escolhidos, a sopa pode ser uma excelente solução para o consumo de vegetais, pois podem ser reduzidos a puré sem perderem as suas propriedades alimentares.

  • A sopa deve consumir-se no início da refeição porque sacia a fome, e assim contribui para a regulação do apetite e, claro está, controla a obesidade.
    É rica em fibra, água e nutrientes, pode ser imensamente variada, e também enriquecida com proteínas (carne, ovo ou peixe).

  • Para mais, considerando os hábitos e necessidades energéticas actuais, a sopa não precisa de ser consistente e muito energética - pode ser mais simples e leve.

  • Muitos vegetais, pouca gordura, carne ou peixe sem ser em excesso e cozedura lenta, para guardar as vitaminas, são os passos essenciais para a sopa ideal.

  • Junte-se-lhe massa ou arroz, seja passada ou com pedaços, estamos assim, consumindo sopa regularmente, a contribuir para uma alimentação mais saudável de grandes e pequenos.

  • publicado por lú às 15:09
    link do post | comentar | favorito

    .links

    .Memórias


    .Online

    who's online