.mais sobre nós

.pesquisar

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
30
31

.posts recentes

. Os Três Porquinhos

.arquivos

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

.Visitas

Web Site Counter
Free Counter
blogs SAPO
RSS
Terça-feira, 29 de Abril de 2008

Os Três Porquinhos

    Era uma vez três porquinhos que viviam com a sua mãe.Um dia ela disse-lhes:
    - Queridos  filhos,  penso  que  já  são  grandinhos  para viverem sozinhos e poderem trabalhar. Têm  braços  fortes  e  não  lhes falta inteligência para pensar o que é melhor para cada um. Primeiro têm que construír as vossas próprias casas perto uns dos outros e contarem com todos os perigos que possam surgir.
    Os porquinhos puseram-se a caminho.
    De todos  os  três  o pequeno era o mais trabalhador, o do meio era trapalhão e o maior era preguiçoso.
    Como o maior era preguiçoso,  fez  a casa  de palha para ser mais rápido. O do meio  fez  a  casa  de  madeira pois também não gostava muito de trabalhar. Mas, o mais novo, o mais trabalhador, fez a sua com cimento e tijolos.
    Um dia , apareceu o lobo que  com um  sopro derrubou a casa do mais velho e este, cheio de medo fugiu para a casa do irmão do meio.
    O lobo foi até à casa do irmão do meio e com outro sopro deitou abaixo a casa do porquinho.
    Os porquinhos muito amedrontados correram para casa  do irmão  mais novo e o lobo correu atrás deles para os comer.
O porquinho  abriu-lhes a  porta rapidamente e, os irmãos, entraram muito admirados por verem uma casa tão forte e tão bonita.
    O lobo pensava que a derrubava, soprava e dizia: - Soprarei soprarei e a casa derrubarei!
Mas a casa era forte e ele não a conseguiu derrubar, então pensou entrar pela chaminé, mas os porquinhos perceberam e então puseram mais lenhas no lume, o lobo caiu na lareira e fugiu com a cauda a arder.
    Muito envergonhado o lobo fugiu e não voltou mais.
    Os porquinhos ficaram tão felizes que fizeram uma grande festa.


publicado por Lita às 08:46
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.links

.Memórias


.Online

who's online